ELDO POP (Hard & Prog Rock)

1973  -  Setembro/1978  (Rio de Janeiro - RJ)

 

 

Uma rádio que, se voltasse ao ar hoje, tocando as mesmas músicas de 40 anos atrás, ainda estaria 100 anos na frente das outras.


 
     

PÁGINA  DA  ELDOPOP:  SETE  ANOS  NA  WEB

 

Sei que esta página desagrada aos ouvintes da Eldopop que imaginam saber tudo sobre ela. Eles acham que só tocavam as músicas que lembram ter ouvido na rádio e, talvez, umas poucas que não lembram, mas que estariam dentro do "perfil" eldo. Por isto, discordam de uma relação com tantas músicas que teriam tocado (atualmente 1.800), e já disseram que a "minha" lista não tem credibilidade. Se a lista alfabética divulgada nesta página fosse minha, se ela refletisse a minha opinião, não teria mais de 400 ou 500 músicas.  

Antes de começar a pesquisar sobre a eldo, no início de 2004, também pensava conhecer toda a sua programação. No entanto, um dia entendi o motivo de tantas polêmicas e discussões do gênero "tocava sim", "não tocava não". Na verdade, não havia uma só Eldopop; havia milhares, uma de cada ouvinte. E qual seria a verdadeira? Acho que nenhuma, pois ninguém conheceu tudo e, muito menos, lembraria de tudo, já que cada um prestava atenção na fração da eldo que gostava. Hoje em dia, nem mesmo quem trabalhava lá dentro deve ter anotações com todas as músicas que foram ao ar (e suspeito que nunca tiveram). Para estes, aquilo devia ser apenas um emprego, como outro qualquer. Aparentemente, não há registros oficiais e os registros nas fitas dos ouvintes são relativamente confiáveis, porque muita gente ouvia várias rádios, naquela época, e não gravava, as músicas de cada uma, em fitas específicas. Acredito que não é possível rastrear a verdadeira programação da Eldopop e, até prova contrária, a lista divulgada aqui tem tanta credibilidade quanto qualquer outra, que tenha sido feita, ou que venha a ser feita.

Após perceber que eu não tinha autoridade para afirmar que uma música, lançada antes de setembro/1978, nunca tocou na eldo, percebi também que não podia incluir na lista todas as indicações dos ouvintes. Caso tivesse concordado indiscriminadamente com tudo o que já afirmaram ser "eldo com certeza", estariam listadas, por exemplo, músicas lançadas em 1979, 1980 e até na década de 90 (caso dos bônus de CDs, que os ouvintes acham familiares, se empolgam e garantem que tocaram na eldo; mas, não percebem que tais músicas nunca saíram em LPs ou compactos da época: são as chamadas "previously unreleased"). E os erros não acontecem somente nesta situação, pois, mais uma vez repito, é grande a confusão, nas fitas e nas memórias, provocada pela dificuldade de lembrar/identificar em que rádio determinada música realmente tocava. Pessoalmente, acho que há músicas, na lista, que só tocaram na primeira fase da rádio 98 (programação normal e madrugada "quase-eldo"). Participei da transição eldo-98, ouvindo e gravando fitas, e acredito que aquele período seja responsável por erros na lista. A programação da Fluminense FM algumas vezes mistura-se com a da Eldopop, nas minhas lembranças, e deve ter o mesmo efeito sobre outros ouvintes das duas rádios. E mais: alguns garantem que estão listadas músicas que só tocaram na Mundial AM, ou no programa 60MMC, ou etc. etc. No entanto, apesar de tantas possíveis fontes de confusão, como ninguém pode provar que uma música, anterior ao fim da eldo, nunca uma vez sequer tocou lá, acabei adotando um critério de meio-termo, na hora de decidir se as indicações devem entrar ou não, na lista alfabética.

Para quem acha impossível que, durante os seis anos e pouco de existência da Eldopop, 1.800 músicas tenham ido ao ar, informo que existe uma outra lista, de dúvidas, que atualmente tem umas 800. Quando a música indicada não é imediatamente confirmada por outro(s) ouvinte(s) e, também, não se enquadra no tal critério, ela vai para a lista de dúvidas e fica lá até a sua confirmação. Nenhuma indicação é ignorada, por mais absurda que me pareça.

 

A ideia de criar esta página me ocorreu na época em que eu procurava auxílio, para identificar as dezenas de desconhecidas gravadas nas minhas fitas-eldo. No início do milênio não havia as facilidades atuais: banda larga rápida e popular, blogs que postam discos em MP3, comunidades de ouvintes da rádio, etc.; era difícil obter informações sobre a Eldopop, sobre raridades musicais da década de 70 e conseguir, na web, cópias daqueles discos e músicas.

Apesar das dificuldades, mas contando com a colaboração de alguns grandes eldo-detetives, no final de 2005 não havia mais desconhecidas nas minhas fitas; contudo, decidi manter viva, a página, porque imaginei que muita gente deveria estar na mesma situação da qual acabara de me livrar; assim, continuaria existindo um espaço na internet onde os órfãos da eldo pudessem buscar socorro.

Após sete anos, a lista de músicas continua sendo atualizada, com inclusões, para aumentar a chance de que o pessoal, que continua correndo atrás de suas desconhecidas, finalmente consiga identificá-las. É este o seu objetivo. Não tive ou tenho pretensão de fazer, deste web-espaço, a palavra final sobre a rádio, pois, como mencionei no início do texto, na minha opinião isto é impossível. Como anuncia a página inicial, a intenção é que este sítio seja um porto seguro para os náufragos da Eldodop e, quiçá, seja capaz de proporcionar um pouco de alegria a um bando de velhos saudosistas.

É certo que nunca teria conseguido, sozinho, manter a página atraente e útil aos visitantes, durante sete anos; portanto, agradeço à turma que participa, colaborando com informações, sugestões, correções e material digitalizado. Agradecimento especial ao trio com o qual eu já mantinha contato, antes da inauguração da página: Marcelo Rocha, Lineu Mialaret e "Apenas Contribuindo" (ou Maluco, ou eld0rad0, ou LC, ou etc.). Ao Yuri Garin, agradeço pelas dezenas de fotos que estão disponíveis na seção "Rótulos de discos".

 

Se você precisa de ajuda em assuntos da Eldopop, poste mensagem no livro de visitas, pois nestes sete anos sempre consegui arrumar tempo para sair em campo e tentar solucionar os casos que apareceram; mas, fique atento, porque divulgo o(s) relatório(s) da pesquisa no mesmo LV (não respondo via e-mail).

 

 

Dezembro de 2011.

Claudio Dias (ProgRock).